Início Astral da Semana PREVISÕES PARA 2024

PREVISÕES PARA 2024

536
0


O regente astrológico do ano será o planeta Saturno, o velho sábio, temido por alguns e respeitado por outros, como é o meu caso.

Aprendi a gostar de Saturno porque ele não enrola e vai direto ao ponto, mostrando de forma objetiva e concreta ao que veio. O velho sábio costuma restringir claramente o que pretende que seja visto, onde estamos exagerando, nos excedendo, perdendo a mão. Depois que promovemos o devido enxugamento e colocamos o tema nos trilhos, em equilíbrio novamente, Saturno generosamente nos faz colher resultados, via de regra concretos.

Planeta Saturno (www.achetudoeregiao.com.br)

Portanto, já sabemos que será um ano de enxugamentos, de restrições e de tentar retornar ao equilíbrio. Quanto mais cedo fizermos o que precisa ser feito, mais cedo vamos colher o prometido e desejado.

2024 = 8

E como não podia deixar de ser, do ponto de vista da Numerologia Pitagórica, 2024 será um 8, número regido também por Saturno. É coincidência? Não, isso é sincronicidade! E quando tudo converge, fica mais fácil de compreender e de lidar com a realidade e seus símbolos: Saturno e número 8.

Para a Numerologia Pitagórica, o 8 é um número de poder, tanto o não mensurável como o poder do dinheiro, do sexo, da guerra, das drogas e da destruição, quanto o poder que lida com elementos concretos, materiais, palpáveis, mensuráveis tais como negócios, desenvolvimento material e financeiro, assim como com o corpo, a saúde mental e física, os esportes e as conquistas reais, realistas e realizáveis. Sob o número 8, temos que ser ambiciosos, porém justos, honestos, éticos, sensatos, dedicados e incansáveis. Só assim atingiremos as nossas metas!

Ciclo de 9 anos se completará em 2025!

Estamos no 8º ano de um ciclo de 9 anos, onde justamente devemos fazer a colheita concreta de todo o ciclo, para que no ano seguinte, o útimo em 2025, possamos fazer um balanço e arrematar o ciclo. Se vimos plantando e regando bem as sementes, vamos colher os resultados agora. Mas sem pressa, porque essa não se afina com Saturno nem com o número 8. Devagar e sempre é o lema deles!

Vamos aos detalhes…

Como já vimos no ano passado, um Ano Novo tem vários mapas coletivos que devemos ser conjugados com o nosso mapa astral pessoal, para saber o que seremos capazes de viver e realizar.

O primeiro deles é o mapa da passagem do ano, da meia-noite do dia 31 para 1º de janeiro; depois temos o da 1ª Lua Nova que acontece no ano e, por fim, o mapa da entrada do Sol em Áries, inaugurando a Primavera no Hemisfério Norte e o Outono no Hemisfério Sul, considerado na verdade, o mais importante do período.

O mapa da passagem do ano estará suave e harmônico. Nessa data, o Sol sempre está em Capricórnio e no Fundo do céu, por causa do horário da meia-noite; mas nesse ano, a Lua em Virgem o acompanhará de forma bem harmônica, alegre e promissora, unindo-se ainda a Júpiter, o mais benéfico dos planetas, num belíssimo trinagulo equilátero, anunciando um início de ano em alto astral.

triangulo equilátero, figura geométrica perfeita

Saturno, o regente do ano faz uma tensão com Lua e Vênus, avisando que não é para soltar as rédeas: mantenha o foco na economia e na busca por equilíbrio. Como nosso velho sábio está em harmonia com Júpiter, não devemos nos preocupar muito nem com as restrições, nem com a gordura. Sigamos sem obsessão.

Urano e Plutão, que costumam sempre nos cutucar com vara curta, parecem não querer incomodar muito. Mas seguem na mesma linha do manter a rédea curta, sem exageros de qualquer ordem.

Marte e Mercurio em conjunção (foto TecMundo)

Os únicos mais exagerados e fora de alinhamento com o resto são Mercúrio, Marte e Netuno, os mais inflamados, efusivos, apaixonados e dissonantes planetas do mapa da passagem. Sempre há aqueles que exageram e erram na mão. Os mais tendenciosos a isso na virada de ano serão os nativos do 3º decanato dos signos de Sagitário, Peixes, Virgem e Gêmeos.

Libra, a balança

O ascendente estará em Libra, de modo que ressalta os afetos, a justeza e a justiça. Com Vênus em Sagitário e na casa das finanças, dos bens, valores e prazeres da mesa, a tendência é exagerar um pouco nos comes e bebes. Mas ninguém é de ferro, não é mesmo? Divirtam-se!

A 1ª lunação do ano

A primeira Lua Nova do ano de 2024 vai ocorrer em Capricórnio, signo regido por Saturno, no dia 11 de janeiro, às 8h58, horário de Brasília.

Capricórnio, o cume da montanha

Capricórnio, assim como seu regente, é pragmático, prático, objetivo, além de trabalhador, ambicioso, realista, realizador, perseguindo suas metas e resultados de forma concreta e palpável, por ser um signo de terra.

Capricórnio sabe escolher muito bem seus aliados e colaboradores para que cada um desempenhe o seu papel com excelência, enquanto ele coordena os trabalhos e controla a tudo e a todos. Por isso, os objetivos são quase sempre atingidos: ele sabe tirar de cada individuo o que aquele indivíduo tem de melhor.

Teremos mais movimento no primeiro e no último quadrantes do mapa, indicando mais incidência de fatos e ocorrências na primeira e na última semanas do ciclo. Na primeira, começamos com algumas restrições de caráter material e financeiro, já que Saturno figura na boca do ascendente em Peixes; mas sugere também restrições nas ações, já que em contato com Marte em Capricórnio, o regente da casa das finanças, bens e valores, ambos nos pressionam bastante a fazer a coisa certa. Apesar do contato positivo entre eles, não costumam ser muito generosos quando estão unidos.

 

Lua Nova em Capricórnio 2024

 

Porém, Saturno toca Júpiter, o generoso expansor de forma bem positiva e, logo no início do ciclo, antes da Lua Crescente do ciclo, teremos alguns sinais de crescimento e desenvolvimento efetivo da economia, ainda na 1a semana. Júpiter também indica que as atividades de comércio, comunicação, transportes e conexões estarão bem atuantes.

E Urano, o surpreendente e novidadeiro, lá da casa 3, das atividades mentais, comerciais e de todo tipo, se compõe muito bem com os luminares na casa 11, demonstrando criatividade, intuição aguçada e pro-atividade, que deve se manter por todo o ciclo, apontando caminho futuros.

Sol e Lua em Capricórnio

Os luminares por sua vez, estarão próximos ao Plutão, que figura em Capricórnio, é claro, mas não tão de perto, a ponto comprometer todo o ciclo. Porém, o senhor das transformações inevitáveis, do final dessa casa, rege a casa 9, das relações exteriores e faz alusão aos jogos de poder das nações envolvidas nos atuais grandes conflitos do nosso planeta, insinuando que será um ciclo de surpresas e imprevistos imprevisiveis.

Como dissemos, o ascendente da lunação está em Peixes, o que também denota que teremos um ciclo de sacrifícios por parte de seres humanos inocentes e indefesos.

Ascendente em Peixes

O Meio do céu está regido pelo Júpiter e contém ainda Vênus e Mercúrio. Porém, esse último está em tensão com Netuno, que rege e habita na 1ª casa do mapa. Mercúrio alerta para o fato de que não devemos nos iludir, dourar a pílula, nem contar com os ovos antes que a galinha os tenha botado. Sejamos realistas e pragmáticos, como o ciclo pede do início ao fim.

O mapa da entrada do Sol em Áries em 2024

O Equinócio de Outono no Hemisfério Sul e de Primavera no Hemisfério Norte, momento que o Sol entra em Áries, será no dia 20 de março, às 00h08.

Vamos deixar para comentar esse mapa no momento do fenômeno ocorrer, já que agora seria cedo demais para tanta informação.

Como será o céu geral de 2024?

Começamos o ano com Mercúrio retrógrado em Capricórnio, voltando a caminhar direto logo no dia 2: ainda bem! O pequeno planetinha retrograda de 12 de dezembro até aquele dia, sugerindo que a gente diminua o ritmo para descansar, refletir e tomar folego de 2023 para 2024.

Logo em janeiro teremos outra grande mudança, quando Plutão, o mais distante planeta do Sistema Solar, muda pro signo de Aquário, no dia 21 de janeiro. Essa é uma tremenda alteração no curso da História da humanidade, já que vai passar os próximos 20 anos naquele signo. Tem muita gente falando a respeito, para o bem e para o mal.

Plutão em Aquário ( foto do Horóscopo Virtual)

Quando Plutão muda de signo, o mundo vai mudando de cara e inaugura nova fase para a humanidade toda, trazendo tempos inéditos, novos desafios e aprendizados, inaugurando novo paradigma e outro modus vivendi.

Ainda mais depois desses dois de últimos 30 anos (desde final dos anos 1980) em que tivemos tantos planetas lentos no signo em Capricórnio e vivemos aquele paradigma até a exaustão!

POIS É HORA DE MUDAR!

… de mudar de canal, de mudar de sinal…, e bota diferença entre esse novo e o anterior! Naturalmente, um signo costuma sempre ser uma reação ao anterior; mas neste caso, a diferença é gritante porque estamos falando de passar de um dos mais conservadores, controladores, hierárquicos e centralizadores signos do zodíaco, Capricórnio, para o mais aberto, revolucionário, tecnológico, contemporâneo, socialmente consciente e engajado signo que existe, Aquário!

Mas eu gostaria de ser bem realista pra falar dessas diferenças, porque mal ou bem, Capricórnio e Plutão se afinam melhor, porque ambos falam de entranhas, de profundidade e de digestão.

Catacumbas de Paris (por Guia de Destinos)

Gostaria de começar lembrando que Plutão rege o reino das catacumbas, do inconsciente coletivo, do inferno, das trevas e das toxinas a serem eliminadas; e sempre que ele muda de signo, traz seu reino à tona, através daquele terreno, daquele arquétipo próprio do signo.

Agora imaginem trazer esse reino das catacumbas para os céus, que é o terreno de Aquário, regido por Urano, que costuma trovejar, relampejar, sacudir a terra com seus raios, enviar chuvas, ventos, tufões, ciclones, furacões, meteoros… sempre de forma imprevista, repentina e surpreendente, é claro.

Catacumbas de Roma (por Roma pra você)

Com Plutão associado a ele, tudo isso tende a se intensificar. Portanto, não dá mesmo pra prever o que possa acontecer com o astral, com o plano físico e o espiritual, com o clima e a meteorologia…

Somem a isso que tanto o planeta quando muda de signo, quer mostrar ao que veio, como o signo costuma ser mais forte no seu início. Talvez tudo o que vimos passando em termos climáticos e astrais nos últimos meses, quiça até no ano todo de 2023, já seja o aperitivo do que viveremos mais intensamente daqui pra frente, nos próximos anos.

tornado-furacao-ciclone (por site de Traumatologia e Ortopedia)

É claro que há outros aspectos que são regidos pelo signo de Aquário. O signo pertence ao elemento ar, que enfatiza o pensamento e valoriza o conhecimento, que enaltece a capacidade intelectual, a sociabilidade e os relacionamentos em grupo. Tudo é ar e pode ser efêmero e passageiro… mas para Plutão não…

Aquário

Aquário um signo de superioridade intelectual, criatividade e intuição, um signo que preza as ciências, as relações humanas e sociais, que defende a diferenciação entre tudo e todos, que valoriza o fora do comum, o inconvencional, o excêntrico.

Aquário defende o desenvolvimento de sistemas de pensamento e teorias, de conhecimento aprofundado e especifico em universos como os da física, da elétrica, eletrônica, ciência e tecnologia. Com relação a esses tópicos mentais e intelectivos, pode ser de grande associação, levando-nos às profundezas dos mais incríveis e inovadores estudos e pesquisas cientificas, metafísicas, ocultas, diferenciadas e diferentes do jamais visto. Mas é imprevisível!!!

Por ser intuitivo e voltado para o futuro, Aquário nos dá grande capacidade de planejamento, desenvolvimento, modernização e inovação de processos, antecipação de tendências e tecnologias,  podendo incidir sobre mídias alternativas, eletrônicas e digitais. Enquanto isso, Plutão o senhor das energias, das mudanças e transformações profundas, tende a radicalizar tudo isso com maior ousadia, intensidade e potência.

Já os meios de cura e regeneração, próprios de planeta Plutão, devem se tornar mais eficazes e replicáveis, assim como a energia, que transformada torna-se combustível, também se ampliará para ganhar os mais diversos usos.

Aquário valoriza a amizade como forma de amor e defende a independência, a autonomia e liberdade. Plutão ali deve sexualizar todas essas relações e diminuir as barreiras, fronteiras e preconceitos que separam as noções de independência e individualidade. Os solteiros e solteirões tendem a se acasalar mais.

A expressão mais sombria do signo de Aquário pode ser a rebeldia, a indisciplina e a transgressão à regras e limites, que associadas à violência e às explosões de Plutão, podem transpassar as barreiras da ética e dos escrúpulos, sendo bem ameaçadoras da ordem das coisas. Observemos…

Júpiter retoma movimento direto em janeiro

planeta jupiter (aia2009.files.wordpress.com)

Júpiter volta a caminhar direto no princípio de janeiro e essa é outra novidade. Mas dessa vez deve ser muito bom, compensando as restrições de Saturno que vivenciamos desde o final de outubro.

Eu sempre digo que se há muitas restrições no céu, também haverá abundância porque a Providência Divina nunca nos deixa a pé de vez!

E como Júpiter está em Touro, o signo dos bens, finanças, valores, crescimento efetivo e ganhos concretos, ao caminhar direto, deve nos trazer desenvolvimento favorável e fluente à área do nosso mapa onde ele estiver transitando.

mapa político do Brasil

No caso do Brasil deverá ser muito positivo porque fará conjunção com Saturno natal do país, indicando o início de um ciclo de crescimento de 20 anos, nas áreas materiais, concretas, financeiras, agropecuárias e imobiliárias do nosso país.

 

 

Urano também caminhará direto em janeiro

Urano, o imprevisível, intuitivo, irreverente, criativo e acelerado planeta, que também caminha no signo de Touro, estará retomando seu movimento direto em final de janeiro.

Isso é muito bom porque Urano, além de regente de Aquário, é o regente mais forte do mapa do Brasil e, juntamente com Saturno, o regente mais lento e conservador do nosso país, formam um par bem contrastante.

Conjunção Júpiter /Urano (por Youtube, www.conversaeastrologia.com

Mas a melhor notícia de todas para o 1o semestre de 2024, é a conjunção que haverá entre Júpiter e Urano, exata em abril próximo, mas que já desde começo de março em grau estreito, nos trará sorte, aceleração de crescimento e de acontecimentos, novidades, avanços e saltos quânticos na realidade.

Essa conjunção que ocorre a cada 14 anos, inaugura uma nova fase de transformação social, cultural, religiosa, comportamental e psicológica, que se espalha por todo o planeta e se torna necessária. O aspecto é universal, mas ocorre também no mapa individual de cada um de nós e vai promover a aceleração dos assuntos na casa em que estiver localizada.

O encontro acontece na 2a quinzena de abril e no inicio do 3o decanato de Touro, afeta positivamente os signos de terra e água e, de forma mais tensa, os nativos de Escorpião, Leão e Aquário do mesmo decanato.

Essa conjunção significa rebeldia às regras impostas, ampliação de liberdade e independência, maior autonomia, espírito revolucionário, humanitarismo, altruísmo, idealismo, desbravamento, crescimento, mudanças, aceleração, inovação e democracia.

Entrada de Júpiter em Gêmeos um junho

Gêmeos, signo de ar

Depois de se encontrar com Urano no 3º decanato de Touro em abril de 2024, Júpiter vai entrar no signo de Gêmeos no mês de junho e promover crescimento nos temas regidos pelo signo como pensamento, comunicação, comercio, transportes e deslocamentos, meios de transporte, exportação e importação, viagens de longa distância, estudos especializados, línguas e culturas estrangeiras, relacionamentos entre irmãos, vizinhos e iguais. Júpiter vai ficar em Gêmeos até junho de 2025. Acompanhe o seu passo por aqui…

Saturno continua em Peixes

Saturno, o velho sábio e corregedor, vai continuar em Peixes por todo o ano e avançar até o 19o grau daquele signo em finalzinho de junho, quando começa a fazer seu movimento retrogrado. Visando sempre aperfeiçoamento aonde estiver, Saturno vai pedir atenção, desempenho, eficiência e economia para os nativos do 2º decanato de Peixes e de Gêmeos, Virgem e Sagitário.

Júpiter, Saturno, Urano e Netuno

Netuno em Peixes

Netuno vai continuar em Peixes por todo o ano de 2024. Para entendê-lo na prática, imagine somar a maternagem de Lua com a feminilidade de Vênus e elevar essa soma à enésima potência: obteremos Netuno!

Netuno é inspiração, mediunidade, transmutação, integração e alquimia. O planeta rege os climas, o astral, a totalidade das situações e, principalmente, o que a realidade não está mostrando. É a percepção extra-sensorial (PES), que todos nós possuímos, uns mais, uns menos e que pode nos conduzir a captações claras, sutis, precisas ou, ao contrário, nebulosas, difusas, confusas como as ilusões e fantasias.

Desde a sua entrada em Peixes em 2008, signo que rege, o mundo se tornou definitivamente globalizado e as barreiras de resistência de pequenas culturas e grupos estão sendo dissolvidas e absorvidas pela contemporaneidade. Inclusão é a palavra de ordem desde então; mas precisamos de cuidado para não descaracterizar as culturas dos pequenos grupos étnicos.

As atividades artísticas, principalmente a música, as artes visuais e o cinema viveram momentos de grande expressão, assim como tudo o que está associado à química, indústria farmacêutica e medicamentos, que tiveram crescimento expressivo nos últimos tempos, especialmente os genéricos, temas regidos pelo signo de Peixes.

Assim como a pandemia, doenças infecciosas e contagiosas que se espalham rapidamente como um rastro de pólvora, estamos sujeitos a outras que se espalham através das águas.

Por isso vamos nos vacinar!

 

gráfico de eclipses

Eclipses em 2024

O que é um eclipse? Um eclipse ocorre quando o Sol, Terra e Lua estão tão alinhados de modo que algum deles seja ocultado por outro dos dois astros. Eclipsar significa enfraquecer e um eclipse provoca aceleração, inversão de tendências ou intensificação de crises.

É comum ocorrerem dois eclipses em seguida, um por ocasião da Lua Nova e outro da Lua Cheia ou vice-versa. É o que teremos no eixo Libra/Áries nos meses de abril e maio, nas Luas Cheia e Nova  respectivamente. E novamente nos meses de setembro e outubro e, em Peixes e Libra nas Luas Cheia e Nova, respectivamente.

No eclipse solar que ocorre nas Luas Novas, o passado tende a retornar com força total, propondo a revisão de temas que já tinham sido superados. No caso do eclipse lunar, o futuro é que vence e costuma acelerar tendências, revelando fatos, introduzindo pessoas, alterando atividades e relacionamentos, propondo ideias e sentimentos inéditos.

Recomenda-se não estar vivendo situações tensas ou próximas do limite por ocasião dos eclipses porque exigem energias extras. Seus efeitos começam um mês antes do fenômeno ocorrer e podem perdurar por seis meses.

Retrogradações de planetas pessoais em 2024

Como já citamos, o ano começa com as retrogradação de Mercúrio, que retoma o movimento direto em Sagitário no dia 2 de janeiro.

E teremos mais 3 retrogradações de Mercúrio ao longo do ano:

Mercúrio retrógrado volta a andar no dia 16/09

– de 1º a 25 de abril no signo de Áries

– de 05 a 28 de agosto em Virgem e Leão

– de 26 de novembro a 15 de dezembro em Sagitário

 

 

No caso de Mercúrio são os temas ligados ao pensamento e aos estudos, à comunicação e informação, transportes e deslocamentos, vendas e comércio, além de eventos pontuais como cirurgias eletivas, assinatura de contratos, inauguração de empresas, que devem ser postergados para quando o planeta retomar o movimento direto, se possível.

Desejo a todos um excelente 2024, com muita saúde, paz, amor, prosperidade e alegria!

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here